Páginas

SE NÃO QUER ME AMAR...

Se não quer me amar, deixe-me só.

Mesmo que eu sofra com a solidão
caminharei sozinho, não importa a direção

Se não quer me amar, deixe-me só.

Tuas lembranças estarão sempre em meus pensamentos, apesar da insana loucura que cometes ao me deixar

Se não quer me amar, deixe-me só.

Envolto em minhas poesias, 
rabiscando os meus versos 
exaltando a paixão e o amor;
Viajando pelo infinito 
relembrando o meu passado;
Acalentando as minhas desilusões, 
cuidando das minhas cicatrizes 
e aliviando minhas dores.

Se não quer me amar, deixe-me só.

Amanha, pelos becos da emoção, 
descobrirás em prantos e lamentos,
a tolice que cometestes ao abandonar, 
na beira da estrada,
um pedaço do teu coração

Se não quer me amar., deixe-me só.

Não vou chorar...
Não deixarei que as lágrimas 
afoguem o meu coração

Vou extravasar em minhas poesias 
os delírios da minha alma
dando vazão aos meus pensamentos 
libertando o meu ser da angústia do silêncio

Se não quer me amar, deixe-me só.

Não deixarei que as mágoas tirem 
a sensibilidade do meu coração
impedindo-o de amar novamente

A vida continua...
A felicidade existe
Vá em busca da sua

E se não quer me amar,
simplesmente, deixe-me só!

P0143.2007.08
Copyright © 2007 by Magno R Almeida