Páginas

BIBLIOTECA DA VIDA

Na biblioteca
de um insensível coração,
fui arquivado
numa gaveta
cuja letra
não correspondia
ao meu nome.

Abandonado
e perdido,
fui parcialmente
destruído pelas traças
do esquecimento...

Juntei as páginas
que sobraram
e reescrevi
a minha história...

Hoje,
sou um Best-seller
nas prateleiras da solidão.


P0204.2008.07
Copyright © 2008 by Magno R Almeida